Elementos de fluxo lamina (FCO96)

Características principais

  • Elemento de fluxo primário para fluxos de ar / gás de 0,1 ml / min a 40.000 l / min
  • Excelentes propriedades de turn-down
  • Sem extração de raiz quadrada necessária
  • Gera uma queda de pressão muito baixa em todo o elemento
  • Adequado para pressões de até 8 bar

A série FCO96 de elementos de fluxo laminar (LFE's) é uma família de dispositivos de fluxo primário para a medição de baixo volume de ar e fluxos de gás de 0,1 ml / min a 40.000 litros / min. O FCO96 LFE fornece a capacidade de medir com precisão e de forma repetitiva os baixos fluxos encontrados em sistemas de amostragem, injetores e aplicações de respiração.

As medições de fluxo são frequentemente feitas por placa de orifício, venturi ou bico, onde a pressão diferencial gerada está relacionada ao fluxo através de uma lei quadrada. Os elementos de fluxo laminar FCO96 têm uma relação linear entre pressão diferencial e fluxo, o que permite que uma redução muito maior seja alcançada. As condições de fluxo laminar são alcançadas abaixo de um número Reynolds de 2.000.

Os elementos de fluxo laminar FCO96 geram uma pressão diferencial baixa, oferecendo pouca restrição ao fluxo. Um valor típico na taxa de fluxo total é 10 mmH20 (98 Pa). Os instrumentos de medição adequados são a linha de micromanômetros e transmissores Furness Controls.

Teoria

Condições de fluxo laminar estão presentes em um gás quando o número de Reynlds esá abaixo do valor crítico de 2000. Acima desse valor, a condição do fluido é considerada turbulenta. Abaixo desta figura, a diferença de pressão em um determinado comprimento é linear com a taxa de fluxo.

Os oríficios de fluxo laminar FCO96 da Furness conrols são projetados em torno de um número Reynolds de 500, colocando-os bem dentro da faixa de fluxo laminar. Cada dispositivo é projetado para fornecer câmaras de expansão / redução de fluxo na entrada / sáida, de modo que o fluxo seja linear à pressão diferencial nos pontos de medição.

Back to product list